Até ao momento, mais de 160 clientes, incluindo 25 municípios em Portugal, aderiram ao Infracontrol Online para simplificar a sua gestão técnica. Atualmente, este serviço oferece a possibilidade a 3,6 milhões de cidadãos de reportar ocorrências e opiniões, monitoriza 164 000 alarmes técnicos e é usado por mais de 10 000 utilizadores, como funcionários de operações e manutenção, prestadores de serviços, atendimento ao cliente e administradores nos municípios. Em 2019, foram resolvidas mais de meio milhão de ocorrências, das quais, em Portugal, as mais comuns foram relativas a espaços verdes.

Martinho Gonçalves, gestor da Infracontrol em Portugal, comenta os resultados das ocorrências reportadas:

“Os problemas mais comuns nos municípios portugueses durante o ano de 2019 dizem respeito à “Recolha de cortes de jardins”, com mais de 40 000 ocorrências reportadas. Segue-se “Recolha de monos” com cerca de 13 000 ocorrências e “Limpeza urbana” com 10 000 ocorrências. Isto aplica-se a uma compilação total de todos os municípios portugueses. Este serviço fornece a cada município uma boa imagem do que os cidadãos consideram mais importante e sobre o que o município deve priorizar para criar uma vida quotidiana melhor, mais segura e sem distúrbios.”

 

Ajudar os municípios a melhorar

“Todos os municípios têm interesse em saber o que os seus munícipes pensam, diz Johan Höglund, CEO da Infracontrol. Ao possibilitar o reporte de ocorrências e opiniões, os problemas podem rapidamente ser corrigidos, permitindo também obter uma visão real e contínua que mede o nível de serviço do município.”

 

Cascais, com 206 000 habitantes e cerca de 79 000 ocorrências em 2019, é o município que gere mais ocorrências no serviço Infracontrol. Depois disso, Helsingborg, na Suécia, com 148 000 habitantes e 24 000 ocorrências.
 

Maior uso da aplicação

Cada vez mais cidadãos usam as aplicações da Infracontrol para reportar ocorrências e opiniões. Os municípios quase sempre publicam a aplicação no seu próprio nome, por exemplo, “Alcácer @tenta” ou “FixCascais”, e estes também são responsáveis ​​pela divulgação da aplicação aos cidadãos, que podem fazer o download gratuitamente nos seus telemóveis iPhone ou Android. Em 2019, o número de ocorrências reportadas pela aplicação aumentou em relação a 2018 e o mesmo tem vindo a acontecer ao longo dos anos, desde 2015, em que a Infracontrol começou a ser usada em Portugal.
 

 
A distribuição de 2019 foi de 26% via formulários web, 37% via aplicação e 37% registadas internamente.

“A aplicação permite que os cidadãos reportem ocorrências onde quer que estejam. O cidadão pode tirar uma ou mais fotografias da ocorrência e a localização é registada automaticamente, se assim o desejar. Ao categorizar a ocorrência reportada com algumas opções simples, esta pode ser analisada e distribuída com mais facilidade ao devido responsável.”

 

Automatização acelera processos

Atualmente, a nível internacional, a proporção de alarmes automáticos está a aumentar. Consideramos esta informação importante visto que envolve um passo em frente na utilização do sistema Infracontrol, permitindo melhorar significativamente o controlo por parte dos municípios e reduzir os custos associados à manutenção de infraestruturas.

Segundo Per Anderson, gestor de produto da Infracontrol, “Podemos ver nas estatísticas gerais que o número de ocorrências reportadas diminui significativamente ao conectar sensores IoT ou sistemas técnicos existentes ao serviço. As ocorrências podem ser detetadas e distribuídas automaticamente ao responsável, muitas vezes antes que alguém perceba o erro.”

Isto é especialmente importante em instalações como sistemas de sinais de trânsito ou estações de bombagem. O Infracontrol Online foi projetado para trocar informações com todos os tipos de sistemas de instalações técnicas, permitindo que seja rápido e fácil recolher alarmes a partir destes.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment