A Internet das Coisas (IoT do inglês Internet of things) abre novas possibilidades em todas as áreas, desde eletrodomésticos a cuidados de saúde. O mesmo se aplica para a infraestrutura da qual todos, na sociedade, dependem para transporte, trabalho, assistência social e lazer. As cidades precisam da IoT para manter um melhor controlo, mas para poder tirar proveito da nova tecnologia, é preciso haver uma plataforma aberta e geral que esteja bem integrada às operações. Apenas dessa forma os alarmes e as leituras dos medidores podem fazer parte natural do departamento técnico da cidade e também sustentar-se, ao longo do tempo, à medida que novas soluções de IoT são implementadas e as existentes são ampliadas ou trocadas.

Johan Höglund, CEO da Infracontrol, diz-nos que a tecnologia se está a desenvolver rapidamente e oferece novas possibilidades, mas que também exige uma estratégia a longo prazo sobre como tornar cidades ou municípios inteligentes em termos reais:

– A nova tecnologia permite o uso de sensores sem fios baratos e com economia de energia, para melhor monitorizar a infraestrutura da sociedade. Mas, embora as possibilidades estejam a aumentar, também os desafios envolvidos no uso de todas as informações o estão. Existem também muitas soluções de IoT que irão variar com o tempo. No entanto, muitos municípios estão bem preparados para desenvolvimentos ao serem conectados ao Infracontrol Online. Hoje, é a plataforma Smart City mais usada da Suécia e fornece uma imagem geral da situação, monitoriza falhas para garantir que estas sejam corrigidas e recolhe dados valiosos de suporte à decisão para criar uma sociedade mais sustentável.

 

Nova tecnologia significa novas oportunidades – e novos desafios

Um novo tipo de rede de comunicações conhecido como LPWAN está a ser construído em muitas cidades e municípios. LPWAN significa Rede de área ampla de baixa potência e é usado em redes regionais, nacionais ou globais. As redes são construídas usando várias tecnologias e por diferentes utilizadores, mas o seu denominador comum é o fornecimento de novos e melhores recursos de transferência de dados sem fios para um sistema hospedeiro. Jonas Bratt é o especialista em soluções de IoT da Infracontrol:

– A LPWAN permite que os sensores sejam pequenos e eficientes em termos energéticos. Isso torna possível monitorizar quase tudo. Isto pode significar níveis de água, itens roubados, temperaturas, portas abertas ou escotilhas; qualidade do ar ou da água, fluxos de tráfego; quão bem as plantas estão ao longo do tempo e muito, muito mais.

No entanto, segundo Jonas Bratt, a existência de tantos tipos diferentes de redes, soluções de comunicação, fornecedores, operadoras e modelos de negócios apresenta um grande desafio. Requer que cidades e municípios usem vários tipos diferentes de soluções ao longo do tempo. Algo que por sua vez requer uma plataforma de hospedeiro geral.
 

Uma plataforma Smart City

Independentemente do que é monitorizado e como, as informações devem ser tratadas de forma simples e eficaz, e isso é facilmente esquecido quando da compra e instalação de redes e sensores. Mas as novas soluções inteligentes de IoT por si só não são suficientes para tornar uma cidade inteligente, de acordo com Jonas Bratt. Alguém também precisa de cuidar das informações e garantir que sejam bem utilizadas.

– Esta nova capacidade para medir e detetar falhas significa que é ainda mais importante manter tudo junto e tirar proveito das informações nas operações do município, diz Jonas Bratt. Ao conectar os sensores ao Infracontrol Online, obtemos controlo total da deteção de falhas até que sejam corrigidas, redefinidas e registadas.

Jonas Bratt afirma que é por isso que os municípios devem ter uma plataforma Smart City independente, como o Infracontrol Online, à qual todos os tipos de sensores podem ser conectados independentemente do fornecedor e que podem ser acedidos ​​por proprietários de infraestrutura, pessoal de operações e empresas externos.

 

O Infracontrol Online fornece controlo total de todas as soluções de IoT, independentemente de comunicações, fornecedores ou tipos de sensores. (Captura de ecrã do Demo)

 

Deixe uma resposta